O que é a taxa Selic?

A Taxa Selic sempre aparece em noticiários e em vários investimentos financeiros. Além disso, ela serve de indicador para a economia brasileira e pode afetar a vida financeira de todos.

No post de hoje, explicaremos como a taxa de básica de juros da economia brasileira funciona. Confira!

O que é a taxa Selic?

A Taxa Selic, que é a abreviação de Sistema Especial de Liquidação e Custódia, nada mais é do que a taxa básica de juros do Brasil. Ela lastreia diversas taxas de juros no país, como as cobradas em financiamentos, empréstimos e em aplicações financeiras.

Sendo assim, Selic nada mais é do que um sistema utilizado pelo Banco Central para controle da emissão, venda e compra de títulos do Tesouro Nacional.

Como a Selic funciona?

Para entender o funcionamento da taxa básica de juros, faz-se necessário compreender que qualquer governo precisa ter dinheiro para fazer investimentos no país e também para pagar as dívidas.

A principal forma de arrecadar fundos é através da cobrança de tributos, mas apesar disso, é também possível arrecadar fundos por meio de empréstimos, utilizando títulos do Tesouro Nacional.

Esses títulos são certificados de dívidas, que são vendidos e emitidos pelo governo através do Selic. Sendo assim, quem compra um título recebe o valor de volta com um acréscimo de juros, como em um empréstimo.

A maioria dos títulos do Tesouro são compradas por instituições financeiras, como bancos. Isso ocorre porque há uma lei que determina que todos os bancos devem depositar uma parte dos depósitos recebidos em uma conta do Banco Central.

Anúncios

Essa medida existe para controlar a quantidade de dinheiro em circulação, para assim evitar um possível aumento na inflação.

É comum que os bancos terminem o dia com uma porcentagem maior ou menor da que deve ser depositada na conta do Banco Central. Já que esse depósito é uma obrigação dos bancos, caso eles não possuam saldo suficiente para deposita, eles precisam pedir empréstimos em outros bancos para ficar em dia com a lei.

Esse empréstimo dura menos de um dia e tem como garantia, os títulos públicos do Banco Central.

Saber sobre isso é necessário para entender que o Selic é dividido em dois: um é a taxa Selic over e o outro é a taxa Selic meta.

  • Taxa Selic Over

A Selic Over é a taxa usada pelos bancos quando ocorre um depósito interbancário. A Selic Over só é praticada quando títulos do Banco Central são utilizados como garantia.

  • Taxa Selic Meta

A Taxa Selic Meta é a taxa que é comumente divulgada na mídia. Ela é a taxa básica de juros do Brasil. A Selic Meta também serve de lastro para outras taxas do mercado.

Como a taxa é calculada?

A porcentagem da Selic é alterada (ou mantida) a cada 45 dias, após reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), comitê ligado ao Banco Central, que se baseia em indicadores financeiros do Brasil para definir os pontos percentuais da taxa.

A Selic deve mudar regularmente porque a economia é dinâmica. Sendo assim, é necessário sempre adequar a taxa básica de juros ao cenário econômico atual, garantindo que o dinheiro continue a circular.

Como a Selic influencia o dinheiro e os investimentos financeiros?

As mudanças na Selic podem ser sentidas por todos os brasileiros e também pelos bancos.

Como vimos anteriormente, se a taxa cai, a inflação tende a subir. Portanto, os créditos fiam mais acessíveis, pois os bancos tendem a abaixar os juros. Se a taxa aumenta, a inflação cai e os bancos tendem a aumentar as taxas de juros de créditos, parcelamentos e cheque especial.

A Selic afeta os investimentos atrelados a ela, aumentando ou diminuindo o rendimento conforme os percentuais. Os investimentos atrelados a ela são:

  • Tesouro Selic

O Tesouro Selic é uma modalidade de Tesouro Direto cujo rendimento está totalmente atrelado à taxa Selic. Sendo assim, a rentabilidade varia conforme a taxa.

  • Caderneta de Poupança

A caderneta de poupança também está sujeita aos efeitos da Selic. O rendimento da poupança é atrelado à Selic, e funciona das seguinte maneira:

Se a taxa estiver acima de 8,5, o rendimento é de 0,5 do valor somado a Taxa Referencial. Se estiver igual ou abaixo de 8,5, o rendimento é de 70% + Taxa Referencial.

  • Investimentos de renda fixa

A Selic também pode afetar o CDI, que é um índice de juros sobre os depósitos interbancários. O CDI também afeta investimentos de renda fixa, sendo assim, investimentos como o CDB, LCI e LCA terão seus rendimentos afetados em caso de mudanças na taxa Selic.

O que faz a Selic ser tão importante para a economia brasileira?

Criada em 1979, período em que a economia brasileira estava hiperinflacionada, a Taxa Selic funciona como uma ferramenta para controlar a inflação. Modificações na Selic implicam diretamente na inflação.

Os reajustes definidos pelo Copom sempre têm um objetivo. Se a Taxa é aumentada, significa que o objetivo é desacelerar a economia, com o intuito de impedir que a inflação cresça muito. Se a Selic é reduzida, então o objetivo é aquecer a economia, de modo que o consumo seja estimulado e a inflação aumente, desde que esteja abaixo da média.

Além disso, a Selic é também importante por servir como um indicador da economia brasileira.

 

E aí, gostou do post? Então comente e compartilhe para que mais pessoas também possam ver!