COVID e a reorganização dos espaços de trabalho

A pandemia da COVID-19 está transformando as nossas vidas e, principalmente, a nossa relação com o trabalho, já que o modo em que trabalhamos teve de ser reorganizado, para conter o espalhamento do vírus.

A mudança mais percebida, certamente, é a adoção do home office por diversas empresas, porém, outras mudanças estão acontecendo, especialmente agora, em que a reabertura econômica passa a ser uma realidade me muitos locais.

A adoção do trabalho remoto

O trabalho remeto está sendo a principal medida tomada por empresas para que assim, as mesmas continuem a funcionar durante as medidas de isolamento social.  A adoção do home office também serviu como medida para evitar que muitas pessoas fossem demitidas de seus postos de trabalho.

A adoção dessa modalidade de trabalho, naturalmente, trouxe muitas mudanças para a vida dos trabalhadores, já que o trabalho remoto transformou a casa do trabalhador em seu local de trabalho.

Os trabalhadores têm tido diferentes percepções sobre essa reorganização em seu espaço de trabalho. A maioria deles, de acordo com pesquisa feita pela ISE Business School, destaca que o home office está fazendo com que eles tenham que ser mais flexíveis.

A flexibilidade se deve pela necessidade de ter que administrar, ao mesmo tempo, os trabalhos com os afazeres domésticos e cuidados familiares. Apesar de que essa nova e desafiadora rotina está fazendo com que algumas pessoas apresentem sinais de sobrecarga, algumas outras têm gostado, alegando que agora conseguem passar mais tempo com a família.

Os dados da pesquisa apontam que, além da flexibilidade, as pessoas estão desenvolvendo outras competências, sendo as mais citadas a resiliência e a capacidade de superar problemas.

No que diz respeito a produtividade, a mesma pesquisa afirmou que 60% dos trabalhadores estão se sentindo mais produtivos trabalhando em casa. Entretanto, por mais que esse número pareça otimista, é válido ressaltar que a instabilidade provocada pela pandemia pode causar angústia e instabilidade emocional nos trabalhadores.

Anúncios

Por fim, o trabalho remoto tem tudo para ser uma mudança de espaço de trabalho que veio para ficar, mesmo com o fim da pandemia. De acordo com a previsão de especialistas, a pandemia só fez com que a implementação massiva do home office fosse acelerada. De acordo com eles, essa mudança era esperada dentro de cinco anos.

A reorganização dos ambientes físicos de trabalho

As mudanças na organização do ambiente físico do trabalho foram sentidas, no primeiro momento da pandemia, apenas por aqueles que trabalhavam nos estabelecimentos considerados essenciais, como os supermercados e as farmácias.

No entanto, agora que muitas cidades já estão em seu processo de reabertura e essas mudanças já são sentidas por muitas empresas e estabelecimentos comerciais.

A principal mudança será o aumento na preocupação com a higiene, portanto os empregados são sempre estimulados a lavarem as mãos e desinfetarem objetos que possam ser compartilhados (como materiais de escritório ou ferramentas em indústrias). Além disso, o uso de máscaras de proteção está se tornando obrigatório em muitas empresas.

Outra medida frequentemente utilizada pelas empresas é instalação de um tipo de filtro de ar-condicionado, cuja função é desinfetar o ambiente de trabalho. Além disso, com o intuito de proteger seus funcionários, as empresas também estão criando barreiras físicas, para ajudar a manter a distância segura, em todo o ambiente de trabalho.

A flexibilização de horários também está sendo aderida por empresas. A ideia deste método é flexibilizar o horário de entrada e saída dos trabalhadores ou, ainda, alternar os turnos dos empregados. Com isso, o risco de infecção interno é consideravelmente reduzido, havendo também uma diminuição no fluxo de transporte.

A CDC, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, que é a principal agência sanitária dos Estados Unidos faz algumas recomendações, além das medidas citadas acima.

No transporte para o trabalho, a agência recomenda que as empresas ofereçam incentivos para que seus funcionário evitem o transporte público e os aplicativos de transporte, passando a utilizar meios de transporte que minimizem o contato físico junto a outras pessoas.

Recomenda-se também que os empregados que tiverem qualquer sintoma de Covid, ou tiverem tido contato com uma pessoa que apresentou sintomas, devem ser separados dos outros funcionários e orientados irem para casa e procurar ajuda médica imediatamente.

Apesar de que instalar o filtro mencionado acima pode ser de grande ajuda, o ideal para conter o vírus é a ventilação do ambiente. Portanto, que se aumente a quantidade de ar no ambiente, deixando, por exemplo, as janelas do escritório abertas enquanto houver pessoas trabalhando lá.

O retorno dos que forem infectados ao trabalho, segundo a CDC, só deve acontecer quando eles estiverem totalmente recuperados e, ainda, forem permitidos por seus médicos.

E aí, gostou do post? Então comente e compartilhe para que mais pessoas também possam ver!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.