Você sabe como começar a investir corretamente para ter uma vida mais estável? Muitos brasileiros começam a aplicar seu dinheiro de forma falha, por isso, não conseguem atingir o patamar esperado.

É importante ter segurança na hora de aplicar seu dinheiro corretamente. Mas, acima de tudo, uma boa rentabilidade! Além disso, tire da sua cabeça que é necessário ter uma alta quantia de dinheiro para investir. Isso é mito!

Hoje vamos falar sobre como começar a investir corretamente. Por isso, continue acompanhando e saiba mais como fazer o seu dinheiro trabalhar para você! Boa leitura!

Por que começar a investir?

Todos têm sonhos e, para realizar muitos deles, é necessário ter dinheiro. Por exemplo, se você quer sair do aluguel, precisa de um valor para comprar o seu imóvel ou mandar construir.

Porém, economizar dinheiro é diferente do que começar a investir. Além disso, poupar um valor mensal não é uma maneira inteligente de ter uma rentabilidade. Ou seja, fazer ele se multiplicar.

O investimento financeiro pode ser a luz no fim do túnel para começar a crescer seu patrimônio. Afinal, com ele você terá seus rendimentos multiplicados.

Portanto, começar a investir é o início de uma caminhada rumo à independência financeira. Isso porque você consegue atingir os seus objetivos em um curto espaço de tempo. Então, inicie essa trajetória o quanto antes!

Mas como começar a investir?

Agora que você sabe o porquê começar a investir, vamos te mostrar como iniciar seus investimentos. Portanto, separamos algumas dicas importantes para você:

Anúncios

1 – Saiba quais são os seus objetivos

Se você não sabe para onde quer ir, não sabe como chegar lá. Esse é um termo muito usado popularmente, mas de grande efeito. Afinal, precisamos de metas em todas as áreas da nossa vida e na financeira não é diferente.

Para começar a investir corretamente, é importante saber quais são os seus objetivos. Por exemplo, quer ter a sua casa, negócio próprio ou alcançar a independência financeira? É necessário saber onde quer chegar para saber o caminho que irá percorrer.

Saiba o que quer para a sua vida. Afinal, por meio dessa atitude você saberá o quanto precisa economizar e onde investir. Porém, trace metas a curto, médio e longo prazo, que sejam possíveis de serem cumpridas.

2 – Determine qual será a quantia investida

Depois de saber quais são seus objetivos, veja o valor de cada um. Esse levantamento é necessário para saber para ver o quanto precisa poupar. Estabeleça a quantia, mas também o prazo para aplicação.

Por exemplo, para você comprar um imóvel de 300 mil reais em 20 anos, é preciso aplicar, em média, 900 reais todos os meses. Porém, é preciso lembrar que você pode aplicar o dinheiro de forma integral. No entanto, como sabemos que a situação financeira em nosso país não é muito estável, aconselhamos a fazer essa aplicação de forma mensal.

3 – Conheça os tipos de investimentos para começar a investir

Há dois tipos de rendimentos, os de renda fixa e variável. A primeira opção pode ser um título público ou privado, consistindo em um empréstimo do seu dinheiro para uma organização. Mas em troca, você recebe rendimentos.

Os rendimentos fixos são:

  • Tesouro direto;
  • CDB;
  • LCI/LCA;
  • CRI/CRA;
  • LC;
  • Debêntures;
  • Fundos de investimento.

A renda variável é para quem quer investir na bolsa de valores. A rentabilidade é futura. Portanto, vai começar a valer assim que iniciar os seus investimentos.

4 – Conheça o seu perfil de investidor

Antes de começar a investir, é importante saber qual é o seu perfil de investidor. Basicamente existem três estilos:

  • Conservador;
  • Moderado;
  • Agressivo ou arrojado.

5 – Procure uma instituição financeira

Para começar a investir, procure uma instituição financeira confiável. Priorize as que têm nome no mercado. Afinal, existem muitas empresas fantasmas que usam seus dados incorretamente. Portanto, fique atento na sua escolha.

Todas as instituições financeiras possuem uma cartela de produtos para você investir seu dinheiro e começar a ter rendimentos. Pesquise a que mais te atrai! Normalmente, o corretor ou no próprio site da financeira terá o simulador para você saber o quanto será de retorno ao investir em um produto.

Mas vale lembrar que não é aquele número certo. Pode ser para mais ou para menos. Afinal, é somente uma simulação!

Conclusão

Como você pode perceber, começar a investir não é algo tão complexo. No entanto, é importante saber sobre finanças e entender melhor o mercado econômico. Assim, caso você queira aplicar o seu dinheiro na Bolsa de Valores, por exemplo, saberá quanto irá ter de retorno.

Os juros em poupança são baixos e, normalmente, os rendimentos são a longo prazo. Afinal, você custa a juntar uma boa quantia. Portanto, se você deseja realizar seus sonhos com mais agilidade, começar a investir agora mesmo!

Se você gostou das nossas dicas, deixe o seu comentário!

Meta-descrição: Começar a investir corretamente pode ser o principal passo para você mudar de vida. Afinal, os rendimentos são mais vantajosos do que uma poupança!

E aí, gostou do post? Então comente e compartilhe para que mais pessoas também possam ver!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.