Dinheiro do auxílio emergencial sumiu, o que fazer?

Muitas pessoas tem relatado problemas para utilizar o saldo de seu auxílio emergencial e alguns afirmam que o dinheiro sumiu, entenda.

 

O que é o auxílio emergencial

O auxílio emergencial é um benefício que foi disponibilizado pelo governo Bolsonaro em conjunto com seu ministro da economia Paulo Guedes, para tentar auxiliar os brasileiros no período de pandemia que passamos. O valor do auxílio emergencial tem um mínimo de 600 reais, mas dependendo da pessoa pode receber até 1200 reais. 

Muito tem se falado a respeito do benefício até porque milhares de brasileiro que supostamente não precisavam do benefício se inscreveram para tentar garantir esse apoio do governo. Até mesmo alguns famosos apareceram na lista de solicitação, todos eles afirmam que alguém utilizou os dados deles e que eles desconhecem isto.

Como consigo o meu

A disponibilização do benefício é feita através da caixa econômica federal que em parceria com governo desenvolveu um aplicativo para facilitar a vida das pessoas na movimentação do seu benefício, um máximo né? Mas, nem tudo são flores, alguns brasileiros têm feito reclamações referente ao sumiço de seu benefício após fazerem transferência do valor para sua conta em outros bancos. Os bancos negam qualquer anormalidade e do lado da caixa, a empresa também nega que o dinheiro tenha sumido.

E quem esta errado nesta historia

Pois bem, a Caixa informou a empresa Nubank e PicPay que havia feito o pagamento indevido de valores a alguns usuários, no caso este valor era acima do que a pessoa tinha que receber (acima dos R$ 600,00 já citado acima). A empresa Nubank foi solicita a Caixa e começou a pagar boletos para a Caixa reaver esses valores, só que a empresa identificou que estava sendo emitido boletos duplicatos por parte da Caixa, e cancelou o pagamento desses boletos na hora.

Mas e ai, o que fazer?

Bom caso você seja algum desses “felizardos”, deixamos uma lista de coisas que você pode fazer.

1- Acionar a ouvidoria da sua instituição financeira, de preferência no SAC e anotar o número de protocolo; lista de ouvidorias: link-ouvidorias

Anúncios

2- Você abre uma reclamação no banco central, lembre-se de realizar o primeiro passo é ter um número de protocolo em mãos antes de seguir com a reclamação.

 

E aí, gostou do post? Então comente e compartilhe para que mais pessoas também possam ver!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.