Aprenda o que fazer com seu dinheiro

A sua vida financeira é algo que muito importante para toda sua vida. Aprender o que fazer com o seu dinheiro pode ser mais fácil do que imagina. O primeiro passo é ter o dinheiro, por isso você precisa entender que quanto mais fontes melhor.

Muitas pessoas dependem somente de uma fonte de renda. Por isso acabam sem dinheiro porque a sua independência financeira depende totalmente delas. Sempre tenha mais de uma fonte de renda.

Além disso é bom deixar claro que você consegue investir com pouco dinheiro. Vale lembrar que os juros compostos funcionam como uma bola de neve. Mesmo pouco pode se tornar muito com o tempo.

Reserva de emergência

Antes de qualquer passo para você buscar ter mais rentabilidade. Você precisa colocar uma sólida base para construir. A reserva de emergência é sempre o mais importante na hora de aprender o que fazer com o seu dinheiro. Principalmente por ser a parte mais sensível do seu orçamento.

Ela é criada para ter mais segurança nos outros passos com dinheiro. Ela é usada para fins de emergência. Um erro comum dos investidores iniciantes é começar a investir em outros tipo de renda sem ter uma reserva de emergência.

Quando acontece algum problema como o carro quebrar, você ou alguém da sua família necessita de cuidados médicos. Ou algum serviço que precise de um pouco mais de dinheiro. Acabam por usar o dinheiro que era usado para investir e deixam para pagar depois esse prejuízo.

Com a reserva de emergência isso fica mais seguro. Se algo der errado você sempre terá um dinheiro sobrando. Para fazer a reserva existem algumas boas dicas:

  • A reserva de emergência tem que ser 6 meses do seu salário. Ou seja, se recebe R$ 1000 reais, a sua deve ser de R$ 6000 para ter tranquilidade.
  • Invista esse dinheiro em lugares que possuam mais facilidade de acesso. Podem ser lugares que rendem pouco, mas nunca menos que o IPCA. Não invista de jeito nenhum na poupança.
  • Estude sobres os investimentos de baixo risco.

Para te ajudar mais. Vamos te trazer alguns investimentos para aprender o que fazer com o seu dinheiro em cada um dos investimentos. Existem 3 tipos diferentes que respondem a necessidade de cada pessoa, de baixo, médio e alto risco.

Anúncios

Investimentos de baixo risco

Para ser considerado um investimento de baixo risco. Ele deve ser um lugar onde o seu dinheiro não oferece risco de perda. Mesmo assim é importante que tenha algum percentual de ganho, mesmo que pouco.

As pessoas com perfil conservador gostam desse tipo de investimento. Por oferecer mais segurança contra perdas. Além de ter um efeito de crescimento mais a longo prazo.

No final as escolhas vão se basear nisso. No seu perfil de investidor, em quanto tempo pretende ter essa liquidez. Quanto mais longo, geralmente menor o risco. Quanto mais rápido você querer o lucro mais alto esse risco.

Os investimentos de baixo risco mais procurados são:

  • Tesouro direto
  • CDB
  • LCI e LCA
  • LFX

Investimentos de risco moderado

Como tudo na vida existe o risco moderado. Em que você pode perder um pouco do seu ativo, porém não muito. Além de render um pouco mais que o investimento conservador.

Além de ter um prazo menor de liquidez, porém é difícil conseguir grandes quantidades de dinheiro com ele. Como falamos vai depender muito do seu perfil de investidor para escolher.

Os principais investimentos moderados são:

  • Fundos imobiliários
  • Debêntures
  • Fundo multimercados

Investimentos de alto risco

Investimentos de alto risco têm riscos maiores de perda de dinheiro sim. Porém a velocidade e os ganhos não se comparam aos outros investimentos. São lugares onde se precisa acima de tudo de muito estudo para não fazer algo que derreta todos os seus ativos.

Um erro que acontece geralmente é achar que esse tipo de investimento é fácil. É muito difícil conseguir lucrar com esse tipo de investimento. Porém controlando os riscos e tendo uma boa reserva de emergência.

Além de ter uma boa base de estudos, você pode conseguir bons resultados nessa área. Claro se você estiver disposto a correr riscos e ter o perfil arrojado de investidor para isso.

Os principais investimentos de alto risco são:

  • Mercado futuro
  • Dólar futuro
  • Fundos alavancada
  • Bolsa de ações

Então para começar é necessário ter essa noção de perfil de investidor. Por isso conhecer os perfis é fundamental, são eles:

  • Perfil conservador – Com aversão aos riscos e procura rentabilidade a longo prazo de acordo com o investimento.
  • Perfil moderado – Aceita algum tipo de risco, porém não muito. Procura liquidez em menor tempo.
  • Perfil arrojado – Aceita correr mais riscos com a chance de conseguir mais liquidez. Quer agora ou em pouco tempo o retorno financeiro de seus investimentos.

E aí, gostou do post? Então comente e compartilhe para que mais pessoas também possam ver!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.