A poupança é um dos mais conhecidos meios de se guardar dinheiro. Apesar de sua popularidade, a maioria das pessoas não conhece as suas verdadeiras características. Além disso, muitos ainda acreditam que ela é um ótimo investimento.

No post de hoje, desvendaremos alguns dos principais mitos sobre a caderneta de poupança. Mostraremos que você pode estar perdendo dinheiro ao investir na mesmo e, também, o porquê dela ser considerada por muitos analistas como uma das piores formas para se investir dinheiro.

Como funciona a poupança?

Para começo de conversa, vamos entender como a funciona a caderneta de poupança.

A rentabilidade da poupança é obtida através do cálculo da remuneração básica, que é obtida pela Taxa Referencial e pela Taxa Selic. O cálculo é bem simples e funciona assim:

  • Se a Taxa Selic for superior a 8,5% ao ano, o rendimento da caderneta de poupança será de 0,5% ao mês, somado a Taxa Referencial.
  • Se a Taxa Selic for igual ou inferior a 8,5% ao ano, o rendimento será 70% da Taxa Selic ao mês, mais a Taxa Referencial.

Os rendimentos da poupança são mensais, ocorrendo somente na data referente ao dia de seu aniversário. O rendimento só ocorre em dias úteis, ou seja, se a data aniversário cair em um feriado, o rendimento só acontecerá no próximo dia útil. Vale ressaltar também que, caso você saque dinheiro da sua poupança fora da data de aniversário, você perderá o rendimento do mês.

Os rendimentos da poupança não são garantidos

Apesar da fama de ser um investimento com rendimentos garantidos, na prática, a coisa não funciona tão bem assim. Você pode estar perdendo dinheiro ao investir na poupança e nem saber!

O fato do seu dinheiro estar rendendo todo mês na poupança, não significa que você esteja realmente ganhando dinheiro. Se a rentabilidade real da poupança estiver negativada, você não há investimento algum.

A rentabilidade real é calculada a partir da taxa de inflação. Para isso, pegamos a rentabilidade da poupança e dela subtraímos a taxa de inflação. O resultado deste cálculo é o valor da rentabilidade real. Se o valor for negativo, significa que os preços aumentaram mais do que o seu patrimônio.

Anúncios

A poupança pode ser arriscada

Atenção! Muitas pessoas buscam a poupança por verem nela um investimento seguro, acreditando que seu investimento sempre estará a salvo. Apesar do risco ser baixo, existe sim a possibilidade de perder dinheiro aplicando na caderneta de poupança.

Se o banco em que a sua poupança estiver depositada quebrar, você poderá resgatar até R$250,000 do valor total que estava depositado. Esse valor é garantido pelo Fundo Garantidor de Crédito. A única exceção, neste caso, é a Caixa Econômica Federal, em que o governo garante que 100% do valor investido seja recuperado.

Existem outras opções de investimento para quem tem pouco dinheiro

A poupança se mostra como uma opção interessante para investimentos pequenos, já que não possui um valor de investimento mínimo. Entretanto, a poupança não é a única opção para quem não possui muito dinheiro para investir. O Tesouro Direto, por sua vez, pode ser uma boa opção para estes casos.

O Tesouro Direto é do próprio governo brasileiro, e tem como objetivo vender títulos públicos diretamente a pessoas físicas. No caso, a melhor opção deste investimento é optar pelas Letras Financeiras do Tesouro que, assim como a poupança, são pós fixadas, não havendo risco de perdas com juros.

O rendimento das Letras Financeiras do Tesouro é maior que o da poupança, mesmo com a isenção do imposto de renda. Isso acontece porque o Título do Tesouro paga 100% da Selic. Entretanto, é importante ficar atento, pois a liquidez do Tesouro Direto não é imediata como na poupança.

Além disso, o Tesouro Direto oferece outras opções além das Letras Financeiras do Tesouro. Você também pode investir em títulos indexados à inflação ou em títulos pré-fixados.
Com R$30,00 você pode começar a investir no tesouro direto. Para começar, basta possuir uma conta em uma corretora de valores.

A poupança não é um investimento gratuito

Investimentos na poupança escapam de taxas altas de administração que teriam de ser pagas em outros investimentos de renda fixa. No entanto, isso não significa que a poupança escape de todas as taxas ou seja um investimento gratuito.

Os bancos podem cobrar tarifas sobre saques a partir do segundo saque mensal. Podem ainda cobrar pela transferência de dinheiro entre contas. É verdade que nenhuma das taxas é exorbitante, mas isso mostra que a poupança não é nenhum investimento gratuito.

Agora você já sabe como funciona a poupança e tem conhecimento de alguns mitos sobre a mesma. Você poderá, enfim, analisar com maior clareza se a poupança é mesmo o investimento que você procura ou se está na hora de buscar algum outro tipo de investimento.

E aí, gostou do post? Então comente e compartilhe para que mais pessoas também possam ver!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.