7 Perguntas Frequentes sobre a Compra da Casa Própria

Ter a casa própria é o sonho de muitos brasileiros. Por ser algo tão importante, o seu processo de compra gera muitas dúvidas.

Para te ajudar a realizar esse sonho, responderemos, no post de hoje, algumas das perguntas mais frequentes sobre o processo de compra de um imóvel.

1. Comprar um imóvel à vista ou financiar?

O pagamento à vista traz a possibilidade de negociar o valor e ganhar descontos na compra. Além disso, ao pagar tudo de uma vez, você pode ficar livre de uma dívida à longo prazo, já que alguns financiamos podem durar mais de vinte anos!

O financiamento, por sua vez, traz a possibilidade de adquirir o imóvel logo de uma vez e ir pagando aos poucos, o que pode ser uma boa opção par apessoas de baixa renda.

Caso você queira saber mais sobre essa questão, temos um post falando especialmente sobre esse assunto. Clique aqui para ler!

2. Financiamentos longos valem a pena?

A primeira vista, um parcelamento longo pode parecer muito vantajoso, já que o valor da parcela é bem menor que o de um parcelamento curto. No entanto, as taxas de juros dessas prestações costumam ser maiores em financiamentos longos. Sendo assim, você acaba pagando um valor muito maior do que estava prevendo.

Não deixe de fazer simulações de financiamentos, faça um de curto e outro de longo prazo. Lembre-se que os financiamentos de curto prazo são a opção mais vantajosa, mas se um financiamento longo for a opção que cabe no seu bolso, então faça.

3. Que cuidado devo tomar ao comprar um imóvel?

Caso você queira comprar um imóvel na planta, é muito importante fazer uma boa pesquisa sobre a construtora responsável pela construção do edifício. Busque informações sobre a estrutura do imóvel, e não deixe de verificar o portfólio da construtora.

Anúncios

Além disso, é importante ter um reserva para as despesas referentes à entrega do imóvel. Se você estiver financiando diretamente com a construtora do imóvel, você terá alguns gastos extras, com o pagamento da entrega das chaves.

Fique atento também às despesas referentes à documentação da casa ou apartamento. Além da documentação, há também os gastos com registros de cartório e o Imposto sobre Transmissão de Bens Intervivos (ITBI).

4. O bairro onde o imóvel está localizado combina com o meu estilo de vida?

Se você deseja comprar um imóvel, significa que você quer passar um bom tempo vivendo por lá. Por isso, uma das primeiras perguntas que devem ser feitas antes da compra é se a localização do imóvel atende o seu estilo de vida.

É importante se questionar se o melhor para você é viver em um bairro residencial tranquilo ou se é melhor viver em um bairro comercial mais agitado.

Uma boa dica é procurar informações com as pessoas que trabalham e vivem naquela região. Desse modo, é possível adquirir informações sobre o bairro e saber como é o dia a dia por lá. Assim, você terá uma boa noção das vantagens e desvantagens da região.

5. O que fazer se um apartamento comprado na planta não for finalizado por problemas com a construtora?

Caso a obra não seja entregue dentro do prazo previsto, você tem direito a uma indenização. O valor da indenização varia de caso para caso, pois este deve estar informado nos termos do contrato.

Sendo assim, é necessário estar atendo às causa e regras do contrato antes de assiná-lo. Se for necessário, procure orientação de especialistas para avaliar o contrato.

Por fim, vale lembrar que a compra de imóveis está sob proteção do Código de Defesa do Consumidor.

6. Quais cuidados deve-se ter com relação à documentação?

É de suma importância que você, junto a um corretor de sua confiança, analise toda a documentação do imóvel antes de efetuar a compra. A Corregedoria do Tribunal de Justiça de cada estado brasileiro estabelece quais certidões devem ser apresentados pelo vendedor do imóvel.

Atente-se a essas certidões, pois elas precisam estar devidamente atualizadas para que o cartório de notas possa lavrar a escritura pública.

Caso você não tenha conhecimento sobre as documentações referentes ao processo de compra de imóveis, é essencial que você procure um profissional especializado, que se comprometa a verificar se os documentos estão em ordem.

7. É possível negociar o valor do imóvel?

Geralmente, o mercado imobiliário é bem flexível, e muitas vezes o preço de um imóvel pode sim ser negociado.

Muitas vezes, os preço dos imóveis à venda é anunciado por um valor mais alto do que o seu valor de mercado.

Portanto, relate ao vendedor o seu interesse em negociar e faça uma proposta. Peça por descontos se você quer pagar à vista e, se for optar por um financiamento, pergunte se consegue um bom desconto se você der uma entrada maior.

 

E aí, gostou do post? Então comente e compartilhe para que mais pessoas também possam ver!